Qual a diferença entre fazer uma cirurgia plástica e um tratamento estético minimamente invasivo?

Em 24/11/2017 às 14h50 Sinclair Pharma

Você já ouviu falar da expressão “tratamento estético minimamente invasivo”? Trata-se de uma nova tendência do setor, que se tornou febre entre aqueles que desejam mexer em alguma parte do corpo, mas preferem não correr os riscos inerentes à uma cirurgia plástica convencional.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, só em 2016, foram registradas cerca de 1,3 milhão destas intervenções, somente no Brasil. “Realizados em até 30 minutos, no próprio consultório médico, estes tratamentos vêm apresentando resultados tão bons ou superiores aos procedimentos cirúrgicos tradicionais”, afirma o Dr. Francisco Tribulato, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e parceiro da Sinclair, empresa internacional de dermatologia estética.

“O sucesso das técnicas minimamente invasivas se deu por conta da eficácia comprovada ao longo do tempo. Anteriormente, os pacientes acreditavam que a cirurgia era a melhor opção por ser definitiva, mas ela não é. Como cirurgião plástico, conheço pessoas cada vez mais satisfeitas, realizando tratamentos que duram minutos e não horas, sem precisar passar por uma anestesia, pelo centro cirúrgico e por longos processos de recuperação”, ressalta.

Obviamente que cada caso que chega ao consultório deverá ter uma avaliação bastante criteriosa e customizada. “Em uma demanda cuja indicação é uma lipoaspiração, a cirurgia, infelizmente, ainda é imprescindível. O especialista deve orientar e recomendar a melhor opção de acordo com o histórico de saúde, necessidade e aspiração de cada paciente”, finaliza Tribulato.

 

Sobre a Sinclair

A Sinclair Pharma, empresa internacional de dermatologia estética, foi fundada em 1971, no Reino Unido, e está entre as principais empresas do segmento de dermatologia estética na Europa. Possui operações na França, Alemanha, Espanha e Brasil. Mantém uma rede internacional de distribuidores em mais de 90 países pelo mundo em países da Ásia, Europa Ocidental, África, Oriente Médio, América Latina, Rússia e Austrália.

A Sinclair possui duas plantas fabris na Europa, uma localizada em Lyon, na França, onde é produzida a linha Perfectha, formada por preenchedores bifásicos de ácido hialurônico, e outra em Utrecht, nos Países Baixos, onde são produzidos os produtos ELLANSÉ®, linha de estimuladores de colageno biorreabsorvíveis. Mantém ainda uma parceria no estado de Michigan, nos Estados Unidos, onde acontece a produção de Silhouette Soft®, ácido polilático (PLA) para preenchimento facial.

Para mais informações, acesse sinclairpharma.com.br.